Novo site do Correio da Bahia

Junto com o novo projeto gráfico e editorial do jornal, o Correio* (ex Correio da Bahia) acaba de lançar o seu novo site:

Com um visual mais moderno e colorido, o novo site do Correio da Bahia, que agora se chama Correio* , finalmente traz para um veículo de comunicação baiano uma integração inteligente entre design e informação. O site traz as notícias do jornal, plantão 24 horas, jornalismo colaborativo (Vc no Correio), multimídia, blogs e espaço para fórum e enquete. Ainda não dá pra encontrar no site o link para RSS, falha grave, mas que deve ser corrigida…

Tanto o site quanto o jornal, estão tentando conquistar novos públicos. O veículo contratou a empresa Innovation International Media Consulting para reformar o jornal e recuperar o fôlego nas vendas após perder o suporte das propagandas governamentais. A Innovation já reformou jornais no mundo inteiro.

Na versão impressa, outra grande mudança é o formato: deixa de ser standart para ser berliner (mesmo formato do Jornal do Brasil).

Na matéria da repórter Graciela Alvaraz, o diretor executivo do Correio, Luiz Albuquerque, explica que a proposta é inovadora e totalmente diferente de outros veículos impressos existentes no mercado baiano, e até mesmo no restante do país.

“Ele é um produto inovador, que atende às necessidades de um público com novos padrões de consumo de informação”, afirma. Entre as novidades, Albuquerque destaca a possibilidade de uma leitura rápida, um projeto gráfico e editorial moderno, com um preço mais acessível para a população.

Além do endereço antigo – www.correiodabahia.com.br – o site passa a adotar o www.correio24horas.com.br .

Confira como o site era até ontem:

Veja como ficou a nova versão do jornal impresso:

Leia também:

Integração no Correio da Bahia
– por André Deak
Novo projeto do Correio da Bahia – por Fermando Firmino no Blog do Gjol

4 thoughts on “Novo site do Correio da Bahia

  1. Esse layout “apertado” é muito estranho, mas ficou bacana. Pelo menos, deu de 10×0 ao visual atual do ATarde.

  2. Acho que o mais importante é o conteúdo que, se não perder o “ranso” carlista, vai ficar patinando.

Comments are closed.